Governo Digital é apresentado aos técnicos do BNDES

26 de fevereiro de 2020 - 14:15 #

Os representantes do BNDES foram recebidos pelo secretário executivo de Planejamento e Gestão Interna da Seplag, Ronaldo Borges

Uma nova reunião entre representantes da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi realizada na Seplag, no último dia 18 de fevereiro de 2020, como uma das ações para contribuir com o Acordo de Cooperação Técnica a ser assinado com a instituição bancária.

O encontro teve como foco específico o programa Governo Digital, que está sendo coordenado pela Seplag, em parceria com a Empresa de Tecnologia do Estado do Ceará (Etice) e a Secretaria da Casa Civil. “O programa foi apresentado aos técnicos, objetivando identificar que tipo de ajuda o BNDES pode prover”, informou Ticiana Gentil, coordenadora de Captação de Recursos e Alianças com o Público e Privado.

Em reunião ocorrida na Etice foram apresentados também outros projetos. “A Etice tem uma capilaridade muito grande. Precisamos ver que áreas o banco pode ajudar para que se possa, de alguma forma, viabilizar os projetos”, acrescentou Ticiana Gentil.

A coordenadora destacou ainda que o objetivo final “é olhar o planejamento de longo prazo e verificar o que a nossa área pode ajudar, não apenas por meio de financiamento , mas também por meio de estruturação de projetos, cooperação financeira ou ainda financiando o parceiro privado”. Ticiana Gentil fez questão de salientar que o Acordo de Cooperação Técnica a ser firmado não tem custo para o Estado. “O objetivo é minimamente ver o que a gente pode fazer para estruturar esse projeto para mostrar que o planejamento de longo prazo não é um devaneio e que as ações para que ele ocorra já estão acontecendo”.

Outro ponto importante são as visitas específicas aos órgãos para identificar projetos prioritários por meio do planejamento de longo prazo do Estado, o Ceará 2050, identificando sua vinculação com iniciativas do Plano Plurianual (PPA) e com as fontes de financiamento, além do planejamento estratégico existente nos órgãos.

Já foram feitas visitas às secretarias da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), da Educação (Seduc), das Cidades, dos Recursos Hídricos (SRH) do Turismo (Setur), da Fazenda (Sefaz), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), e da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), além da Cogerh e da Etice. Outros órgãos/entidades ainda serão visitados.

Após esse levantamento, será elaborado um estudo de pré-viabilidade para identificar o que pode ser categorizado como uma Parceria Público-Privada (PPP) ou uma concessão de grande vulto, sendo posteriormente submetido à apreciação do Conselho Gestor de Parceria Público-Privada.