Seplag assina convênio com Universidade de Lisboa

27 de Abril de 2018

A intenção é promover cooperação de natureza acadêmica, científica, técnica e cultural

A Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag) firmou, no dia 25 de abril, protocolo de cooperação com o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), vinculado à Universidade de Lisboa, em Portugal, com o objetivo de estabelecer parcerias nas áreas de pesquisa e formação acadêmica, cooperação técnica, projetos conjuntos e na área de documentação e informação.

Alexandre Cialdini, da Secretaria da Fazenda do Ceará e que está à frente da Comissão de Acompanhamento de Contas Públicas e Monitoramento da Custos da Seplag, explica que a parceria com a Universidade de Lisboa, por meio do ISCSP, já acontece há alguns anos na formação de mestres e doutores do Ceará em gestão pública. “É uma entidade de com 112 anos de tradição nessa área”, argumenta.

O doutor Manuel Meirinho, que preside o ISCSP e que esteve em Fortaleza acompanhado de outros integrantes do Instituto para formalização do convênio, ressaltou que o Brasil é um parceiro preferencial nas estratégias da entidade. “Temos especial interesse nas parcerias com o Brasil. E, em relação ao Ceará, já estamos recebendo um terceiro grupo de pessoas que têm interesse em aprimorar a formação na área da administração pública”, observou.

Durante a assinatura do convênio, o secretário do Planejamento e Gestão, Francisco de Queiróz Maia Júnior, afirmou que além da formação acadêmica há possibilidades de cooperação em diversos projetos importantes que estão em curso no Ceará. “Temos, por exemplo, o projeto de planejamento Ceará 2050 para fortalecer a gestão, a economia e o desenvolvimento do Estado. Uma parceria nessa área seria bem-vinda”.

“Na área de gestão, estamos redesenhando o perfil das carreiras que desejamos para as próximas décadas, com o projeto Planeja Gente. Também estamos criando plataformas digitais para tornar a administração mais ágil, eficiente e, principalmente, mais interativa em relação aos cidadãos. E seria muito oportuno poder contar a larga experiência do ISCSP na construção desse planejamento”, ressaltou o secretário Maia Júnior.